Sobrecarga de cuidadores de idosos é tema de pesquisa

O Programa de Pós-Graduação em Gerontologia(PPGGero) da UFSCar está recrutando voluntários para estudo que vai analisar a relação entre empatia, atitude implícita e sobrecarga de cuidadores de idosos, formais ou informais. A pesquisa é realizada pelo mestrando Madson Maximiano e pela graduanda Amanda Moura, sob orientação de Marcos Hortes Nisihara Chagas, docente do Departamento de Gerontologia (DGero) da Instituição.

A empatia se refere à capacidade do indivíduo de se colocar no lugar do outro e de compreender suas emoções. As atitudes implícitas são aquelas tomadas inconscientemente, baseadas em sentimentos, emoções ou crenças do sujeito. O estudo pretende relacionar esses dois fatores à sobrecarga, física e psicológica, que os cuidadores de idosos enfrentam no dia a dia.

O pesquisador lembra que o número de idosos tem aumentado e, consequentemente, cresce também a ocorrência de patologias que levam esse público a depender de um cuidador – formal, quando é um profissional que realiza o trabalho, ou informal, quando o cuidador é, normalmente, um familiar. “O cuidador tem um papel importante no que concerne à qualidade de vida dos idosos. No entanto, a prática diária de cuidar tem consequências como a sobrecarga, que causa prejuízos físicos e psicológicos”, aponta Maximiano.

Segundo o mestrando, a pesquisa é pioneira ao analisar a relação entre a sobrecarga dos cuidadores com fatores como empatia e atitude implícita. “Os estudos realizados mostram que a sobrecarga enfrentada por cuidadores formais e informais está relacionada, geralmente, ao tipo de patologia que acomete o idoso que está sendo cuidado e ao seu grau de dependência, mas a relação entre sobrecarga, empatia e atitude implícita ainda não foi estudada nesse público”, destaca.

“A empatia possibilita melhores relações sociais e acreditamos que a falta dela pode trazer prejuízo aos indivíduos, como, no caso do cuidador, a sobrecarga psicológica”, explica o pesquisador. No que se refere às atitudes implícitas, ele esclarece que as preferências do cuidador, quando não são levadas em conta, podem contribuir com a sobrecarga. “Por exemplo: se o indivíduo trabalha com um público que não é do seu interesse, pela simples necessidade [cuidador formal], ou de forma obrigatória [cuidador informal], isso também pode acarretar grande sobrecarga. Por esses motivos, a análise dessas variáveis no contexto do cuidador é crucial”, afirma. 

Maximiano defende a importância da pesquisa: “A partir dos nossos resultados, acreditamos que novas ações podem ser implementadas na atenção aos cuidadores. Orientações preventivas e atividades de caráter motivacional com o intuito de promover relações empáticas entre os cuidadores e idosos podem auxiliar na minimização da sobrecarga física e psicológica”.

Para desenvolver o estudo, neste momento estão sendo convidados homens ou mulheres, maiores de 18 anos, que sejam cuidadores formais (profissionais com curso de cuidador e/ou curso técnico de Enfermagem ou graduação na área). Os participantes devem estar cuidando de um idoso há, pelo menos, três meses, e por quatro horas diárias, no mínimo. Os voluntários participarão de testes realizados em computador e responderão a questionários. Os interessados devem entrar em contato com os pesquisadores pelos telefones (16) 99244-7169 e (82) 9920-8149 (ligações ou WhatsApp) ou pelos e-mails mouramands@gmail.com e mmaximianopsi@gmail.com.

Projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFSCar (CAAE: 81016717.0.0000.5504).

11 comentários em “Sobrecarga de cuidadores de idosos é tema de pesquisa

  • 16 de junho de 2019 em 11:06
    Permalink

    Completely free Internet dating businesses stands out as the Internets biggest development. This is probably not what the average members signs up for, but that is the beauty about SingleMums: it’s a fun, safe environment where no one is judged. Likelihood is he/she is going to speak about you in precisely the same manner once your back is turned hure to seek out single rich males, you may be part of either paid or free courting sites.

    Resposta
  • 7 de setembro de 2019 em 12:08
    Permalink

    You are so awesome! I do not think I’ve read something like that before.
    So good to discover somebody with some unique thoughts on this subject matter.
    Seriously.. thank you for starting this up.
    This web site is something that’s needed on the internet, someone with a bit
    of originality!

    Resposta
  • 11 de dezembro de 2019 em 07:45
    Permalink

    I’m curious to find out what blog platform you are using? I’m experiencing some
    minor security problems with my latest website and I’d like to find
    something more secure. Do you have any suggestions?

    Resposta
  • 9 de janeiro de 2020 em 19:11
    Permalink

    I am not certain the place you’re getting your information, however great topic.

    I needs to spend a while studying more or
    understanding more. Thank you for wonderful info I used to be searching for this information for my mission.

    Resposta
  • 5 de março de 2020 em 18:19
    Permalink

    An outstanding share! I have just forwarded this onto a co-worker who was conducting a little homework on this. And he in fact ordered me breakfast because I stumbled upon it for him… lol. So let me reword this…. Thanks for the meal!! But yeah, thanx for spending time to talk about this issue here on your website.

    Resposta
  • 28 de março de 2020 em 20:27
    Permalink

    What i don’t realize is actually how you’re now not really a lot more neatly-preferred than you may be now. You’re very intelligent. You recognize therefore considerably in terms of this subject, produced me personally believe it from a lot of numerous angles. Its like men and women don’t seem to be fascinated unless it’s something to do with Woman gaga! Your individual stuffs great. All the time take care of it up!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *