Primeiro buraco negro registrado em imagem ganha o apelido de Powehi

Na semana passada, o primeiro registro em imagem de um buraco negro marcou o que foi um dia histórico para a ciência. Na ocasião, essa região do espaço ficou conhecida como M87*, fazendo referência à galáxia Messier 87, onde o buraco negro foi encontrado. Mas ele acabou de ganhar um apelido mais apropriado: Powehi.

O novo nome foi dado por Larry Kimura, professor de havaiano na Universidade do Havaí, em parceria com uma equipe de astrônomos. Powehi foi escolhido por seu significado na língua local, que pode ser traduzido como “formosa criação, sombria e insondável” ou “formosa escuridão geradora da criação eterna”.

A escolha do havaiano é compreensível, já que dois telescópios localizados na ilha foram fundamentais para a captura da imagem. No caso, o termo Powehi é repetido diversas vezes no Kumulipo, cântico do século 18 que conta a história da criação do universo havaiano.

O próprio termo Via Láctea nunca foi oficializado pela IAU

Apesar disso, esse nome não é oficial, o que não necessariamente quer dizer muita coisa quando falamos em apelidar astros e regiões do espaço. O nome oficial do buraco negro só poderia ser dado pela União Astronômica Internacional (IAU), mas o órgão não tem um comitê preparado para nomear objetos que não estejam no nosso sistema solar e não sejam estrelas.

Como lembra o astrônomo Rick Fienberg, o próprio termo Via Láctea nunca foi oficializado e praticamente todos os objetos que vemos no céu têm diversos nomes diferentes, mudando dependendo da cultura e da região do planeta.

E se o importante para um nome é mesmo ser aceito pela comunidade científica, parece que o buraco negro seguirá sendo chamado de Powehi. Para Jessica Dempsey, uma das pesquisadoras que trabalhou no projeto da imagem, o novo nome pode ser considerado como um presente da história e da cultura havaianas.

6 comentários em “Primeiro buraco negro registrado em imagem ganha o apelido de Powehi

  • 27 de abril de 2019 em 15:42
    Permalink

    I’m impressed, I must say. Really hardly ever do I encounter a weblog that’s each educative and entertaining, and let me inform you, you will have hit the nail on the head. Your thought is excellent; the issue is something that not enough individuals are speaking intelligently about. I am very glad that I stumbled throughout this in my search for something relating to this.

    Resposta
  • 4 de maio de 2019 em 20:46
    Permalink

    Wow, marvelous weblog format! How lengthy have you been blogging for? you made blogging look easy. The whole look of your website is great, as neatly as the content!

    Resposta
  • 27 de maio de 2019 em 14:08
    Permalink

    fantastic points altogether, you simply received a new reader. What could you recommend in regards to your post that you made a few days ago? Any sure?

    Resposta
  • 29 de maio de 2019 em 16:57
    Permalink

    Thanks – Enjoyed this post, how can I make is so that I receive an email sent to me whenever there is a new article?

    Resposta
  • 15 de junho de 2019 em 07:59
    Permalink

    Quite a few online communities include singles sets which attempt enjoyable click here activities mutually, all this is actually is a good renewable dating approach. Incidents similar to pedaling, bowling, curling, video clip evenings, breaking a leg and comedy club sets tend to be organized with the singles group, but it enables a evenly-distributed group of objectives to have a great as well as laid-back nights. Together with emphasis apply to the actual activity themselves as an alternative to building a romantic connection, you will need plenty of demand journey singles in addition to sights manifest additional the natural way throughout this kind of environment.

    Resposta
  • 18 de julho de 2019 em 09:08
    Permalink

    I have been surfing online more than three hours today, yet I never found any interesting article like yours. It is pretty worth enough for me. In my view, if all website owners and bloggers made good content as you did, the net will be much more useful than ever before.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *