UFSCar sedia terceira fase da Olimpíada Brasileira de Linguística

De 13 a 19 de maio, acontece no Campus São Carlos da UFSCar a terceira fase da Olimpíada Brasileira de Linguística (OBL) que, em 2019, está em sua oitava edição. Esta etapa – intitulada Escola de Linguística de Outono (ELO) – terá atividades como seção de pesquisa, prova de problemas linguísticos, debates, oficinas de língua e cultura sobre Kurâ-Baikari (língua indígena), Libras e de Japonês. Também haverá palestras sobre ensino de Português e metodologia de ensino a partir da Linguística; aplicabilidade de descrições e conhecimentos linguísticos à computação; e aspectos linguísticos e culturais.

As atividades são fechadas aos 60 estudantes do Ensino Médio, que tiveram os melhores desempenhos na segunda etapa, dentre os mais de 2.500 inscritos. Ao final desta terceira fase, serão selecionados os oito melhores participantes, que irão para a quarta e última etapa representar o Brasil na Olimpíada Internacional de Linguística (IOL), que ocorrerá em Yongin, na Coréia do Sul, no final do mês de julho. 

A OBL tem um núcleo na UFSCar, dirigido pelo professor Dirceu Cléber Conde, do Departamento de Letras (DL) da Universidade, em parceria com discentes e ex-discentes do Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGL) – Jane Eder Girardi, Renata Tironi de Camargo, Yan Masetto, Tainara Agostini, Ariane Teixeira e Jackson Souza. A equipe organizadora auxilia na formulação de problemas e atividades para a Olimpíada, além de trabalhar junto às escolas participantes da região. Este é o segundo ano consecutivo em que a UFSCar sedia a ELO. Informações sobre edições anteriores da OBL estão disponíveis no site.

Sobre a OBL
Realizada desde 2011, a Olimpíada Brasileira de Linguística (OBL) tem o intuito de instigar os participantes a ampliar suas habilidades lógico-analíticas e sua visão sobre os povos do mundo a partir de uma abordagem interdisciplinar. Ao todo, a OBL conta com quatro etapas – online, em papel, Escola de Linguística de Outono (ELO) e participação na olimpíada internacional -, que permitem diferentes graus de envolvimento dos estudantes. 

Com sete edições anteriores, a Olimpíada firmou-se como um importante instrumento de imersão multicultural, trazendo à luz diversos temas do mundo das línguas, da linguagem, dos códigos e da cognição humana. A OBL é uma realização do Instituto Vertere e conta com apoio e parceria da Embaixada do Japão no Brasil, da Associação Brasileira de Linguística (Abralin), do Grupo de Estudos Linguísticos do Nordeste (Gelne), da Parábola Editorial, da UFSCar e das universidades federais do Rio de Janeiro (UFRJ), do Rio Grande do Norte (UFRN) e da Paraíba (UFPB). Mais informações podem ser consultadas em www.obling.org.

Um comentário em “UFSCar sedia terceira fase da Olimpíada Brasileira de Linguística

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *