Carla Diaz fala sobre pressão emocional em viver Suzane Von Richthofen

Carla Diaz vai interpretar Suzane Von Richthofen no filme A Menina que Matou os Pais. Em 2002, Suzane foi condenada por ter assassinado os próprios pais e atualmente cumpre a pena em regime semiaberto.

Em entrevista à jornalista Patrícia Kogut, a atriz falou sobre a dificuldade de interpretar Suzane. “Aprendi a lidar com as cenas psicologicamente fortes. É claro que fiquei ansiosa em muitos momentos, já que nunca tinha feito nada com uma carga emocional tão pesada, ainda mais por se tratar de uma história real”.

O caso Richthofen ganhará dois filmes, A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais, contando as versões de dela e de Daniel Cravinhos, ex-namorado de Suzane e cúmplice no crime. Os filmes serão lançados no primeiro semestre de 2020.

Carla relevou que, apesar de ser um trabalho difícil, ela conseguiu encontrar uma forma de não se envolver 100% na personagem real. “Conseguia me desligar ao fim de cada filmagem. Foi como qualquer emprego que tem dias ruins e bons”, disse ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *